viagens category image

Em dezembro 2013/janeiro 2014, nossa família fez um tour pela Europa passando por Portugal, Espanha e França. Nós decidimos que antes de voltarmos para o Brasil faríamos um outro tour. Como da primeira vez compramos o pacote por uma agência de viagem, da segunda vez resolvemos ir por conta própria e então nós ficamos responsáveis por organizar tudo (veja este vídeo sobre Conta Própria ou Excursão).

Se você quiser saber quanto custou nossa viagem, gravamos também um vídeo explicando certinho quanto nós pagamos – Quanto Custa? Viagem pela Europa.

Por isso, nós resolvemos gravar vídeos e fazer posts explicando como fazer para organizar sua viagem, não tem segredo, só precisa de muita pesquisa e paciência! =D

Antes de tudo gostaríamos de dizer que não somos especialistas no tema e que as informações apresentadas são baseadas na nossa experiência e no que lemos na internet.

Se vocês quiserem assistir aos vlogs da viagem é só clicar aqui. Eu espero que o vídeo seja útil e que possa ajudar vocês de alguma forma! =DD

Informações Adicionais

  • Data de início da viagem: muitas vezes a data da sua viagem depende das férias, e nem sempre é possível escolhê-las. Se você tiver a opção de escolher dê preferência para os meses menos visados, assim conseguirá aproveitar melhor sua viagem, não esquecendo de verificar o clima. Além disso, vale à pena conferir as atrações temporárias que há nas cidades. Por exemplo, em Amsterdã o parque Keukenhof só abre durante dois meses do ano, durante a primavera.
    Em nosso caso, esta foi a primeira coisa que decidimos, uma vez que temos que ficar na Inglaterra até o dia 13 de setembro nós compramos as passagens aéreas para nossos pais chegarem em Madri pelos pontos do cartão no dia 16. 
“Se você planeja pegar sua passagem aérea pelos pontos, quanto antes fizer isto melhor. Pelo programa Smiles da Gol, para vocês terem uma ideia, nós compramos as passagens em outubro do ano passado para setembro deste ano.”
  • Orçamento: o orçamento é o que normalmente delimita a duração de sua viagem. Então, faça uma estimativa de quanto pode ser gasto em hotéis e passagens entre os lugares que deseje visitar. Não esquecendo que há as passagens aéreas e dinheiro que você deve levar para comida e compras. Além disso, alguns países exigem uma quantidade mínima de dinheiro por dia que for permanecer viajando. Usualmente este valor é de 60 euros (a maioria dos países da União Européia) ou 60 libras para o Reino Unido.

    Uma dica é começar a fazer o orçamento mais genérico para decidir quais cidades conhecer, quando as coisas forem sendo definidas já especificando o orçamento. Quanto mais específico o orçamento for, mais próximo do quanto de dinheiro você vai gastar vai ser. Não esqueça de levar em consideração as entradas das atrações que você deseja visitar, os bilhetes de metrô/táxi/ônibus que você irá comprar para se locomover dentro das cidades e o trajeto do aeroporto ao centro e vice-versa.

  • Destinos: muitas vezes você não tem a disponibilidade de tempo necessária e/ou dinheiro para conhecer todos os lugares que gostaria. Por isso, o que fizemos foi uma lista com os lugares que gostaríamos de conhecer e depois fomos retirando os que não seriam viáveis e/ou não fazíamos tanta questão. Fatores que são importantes para serem levados em consideração ao excluir as cidades: moeda, regras da imigração e distância dos outros destinos.
    Nossa lista inicial de cidades era:  Madri, Barcelona, Nice, Pisa, Roma, Milão, Veneza, Verona, Florença, Treviso, Munique, Berlim, Zurique, Copenhague, Bourdeaux, Paris, Bruxelas, Bruges, Amsterdam, Londres e Bath.
    Como não poderíamos conhecer todas essas cidades devido ao tempo e dinheiro, nossa lista final ficou: Madri, Barcelona, Roma, Florença, Veneza, Treviso, Viena, Paris, Bruxelas, Amsterdam, Londres e Bath. 
    Apesar de termos excluído muitas cidades, ainda visitamos 12 cidades em 7 países diferentes em 24 dias de viagem. Ao decidirmos manter as cidades, também diminuímos o tempo em algumas delas, no entanto, sabíamos que a viagem seria muito corrida e não iríamos conhecer as cidades em detalhes. Este tipo de decisão vai variar de acordo com a prioridade de vocês.
  • Logística e transporte: uma das partes mais difíceis foi decidir como sair e chegar de cada cidade. Com as companhias aéreas de low cost e as linhas de trem você tem várias opções de como ir e vir dentro da Europa. O que fizemos foi dar preferência aos trens, neste caso viajar de trem para as cidades próximas ou checar a existência de trens noturnos. No final, ficamos apenas com três trechos de avião: Barcelona – Roma; Viena – Paris e Amsterdam – Londres. (Lembrando que devido a greve de pilotos da Air France, nós fomos de Viena-Paris por trem)

    Uma ferramenta que nos foi muito útil é o mapa das linhas de trens da Europa. Você pode encontrá-lo aqui.

  • Hotéis: é bom pesquisar quais regiões nas cidades são recomendadas para cada prioridade da viagem. Um site que me ajudou muito foi o Viaje na Viagem. Eu normalmente filtro os hotéis para uma faixa de preço e tento encontrar um hotel bom que seja perto de alguma estação de metrô e/ou trem. Caso eu não encontre nenhum hotel bom naquela faixa de preço eu vejo os hotéis da faixa de preço acima daquela que eu pesquisei primeiro.

Categoria: Viagens
Post by Carol
0 Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!