Quanto Custa? Viagem pela Europa | Março Todo Dia #20

Viagens
Este post é para completar as informações dos vídeos que foram ao ar no canal. Nós queríamos ter gravado este vídeo há um bom tempo, só que estávamos sem tempo para organizar tudo. 
Nos vídeos falamos os preços de todas as passagens + hotéis da nossa viagem pela Europa de 24 dias. A viagem aconteceu do dia 15/09/2014  a 11/10/2014. Apesar da viagem ter acontecido há algum tempo, olhamos alguns preços e eles estavam iguais ou muito próximos dos valores que pagamos.
É importante ressaltar que as reservas dos hotéis foram feitas através do Booking.com (exceto por uma), no final de fevereiro / começo de março, com a opção de cancelamento grátis e pague depois. A passagem que compramos com mais antecedência foi a pelos pontos do programa Smiles da Gol no trecho São Paulo-Madrid. Ela foi reservada em outubro/2013. As passagens de trem foram compradas no início de agosto com o cartão de crédito, os valores informados não incluem o valor do IOF de 6,38% . Aconselhamos comprar as passagens com mais antecedência porque o sistemas de preço é igual ao de avião, ou seja, quanto mais próximo da data, mais caro fica o valor do ticket.
Espero que os vídeos sejam úteis e que vocês gostem!
Se vocês forem incluir Paris no roteiro, há este guia sobre Paris dividido em três temas:
Aeroportos

Informações Adicionais

Passagens

  • São Paulo Guarulhos (GRU) – Madrid Barajas (MAD) – a passagem foi comprada pelas milhas Smiles, no site do programa. O voo foi operado pela IBÉRIA e não teve conexões.
  • Londres Gatwick (LGW) – Madrid Barajas (MAD) – nós fizemos este trecho de avião pela companhia de low cost Easy Jet. Pela passagem, você só tem direito a uma mala de mão de 56x45x25cm, sem restrição de peso, mas você deve ser capaz de retirar e colocar a mala no compartimento superior sem ajuda. Se você precisar comprar franquia de bagagem para ir no porão, compre online, porque sai bem mais barato. Se você planejou ir só com a bagagem de mão e depois decidiu levar uma mala de porão, no site da Easy Jet você consegue gerenciar sua reserva e comprar a mala e/ou excesso de quilos online (no aeroporto é mais caro). Para saber mais sobre bagagens aconselho a ler esta página do site da Easy Jet.
  • Madrid Puerta de Atocha – Barcelona Sants – este trecho de trem foi comprado pelo site da empresa que opera os trens na Espanha, a Renfe. Geralmente, as passagens começam a ser vendidas com 60 dias de antecedência para trens normais e com 90 dias de antecedência para os trens de alta velocidade (AVE), porém é variável. Em dezembro e julho há alterações nos horário e pode haver atraso para carregar os trens no sistema. Às vezes uns trens aparecem no sistema antes que outros, por isso tem que ficar atento. No site da Renfe, eles aceitam pagamento por cartão de crédito e também Paypal. É recomendável que se registrem no site antes de fazer a reserva porque se acontecer algum problema ou a internet cair você consegue recuperar os dados da sua reserva.
  • Barcelona El Prat (BCN) – Roma Fiumicino (FCO) – nós compramos a passagem pela Ryanair, uma companhia aérea de low cost. O preço das companhias de low cost é bem em conta, mas você tem vários opcionais: bagagem de porão(o valor varia se é alta temporada ou baixa temporada), comida à bordo, reserva de assento, entre outros. Ao comprar a passagem, você tem direito a uma mala de 55x40x20cm com no máximo 10kg e um item pequeno de no máximo 35x20x20cm. Para saber mais sobre a política de malas de porão clique aqui e para saber sobre a bagagem de mão é só clicar aqui. Na Ryanair você paga mais barato se comprar a franquia de bagagem online, no gerenciamento de reservas do site você consegue comprar sua bagagem com no mínimo 2 horas para o horário de partida do voo. O valor da passagem já foi convertido em real no cartão, portanto não houve cobrança do IOF.
  • Roma Termini – Florença (Firenze Santa Maria Novella) e Florença (Firenze Santa Maria Novella) – Veneza (Venezia Santa Lucia) – nós compramos as passagens pelo site da ItaliaRail e pagamos uma taxa de € 3,50, que foi estornada no cartão depois de enviar um e-mail (em inglês) para seat61@italiarail.com informando o nosso PNR (número da reserva). As viagens de longa distância na Itália são vendidas com 120 dias de antecedência. No entanto, para as viagens que incluem outros países europeus, há mudanças no calendário no segundo domingo de junho e no segundo domingo de dezembro, por isso, as passagens para datas logo após estes períodos começam a ser vendidas com menos antecedência, geralmente 60 dias. Agora o site da Trenitalia (operadora de trens na Itália) tem uma versão brasileira, o site é em português e os preços são mostrados em reais. Há uma taxa de R$ 20,00 para gastos de gestão por bilhete.
  • Veneza (Venezia Santa Lucia) – Treviso Centrale – nós compramos na hora nas máquinas de auto-atendimento, porque as tarifas para trens domésticos (curtas distâncias) são fixas. Antes de entrar no trem lembre de carimbar seu bilhete numa máquina cinza e verde (nós mostramos no vlog), se não der tempo escreva à caneta a data, o horário e a estação de partida. Caso você esteja com a passagem mas não tenha o carimbo, você pode ser multado. Aconteceu com a gente de termos esquecido de carimbar e a fiscal ter passado, como ela percebeu que nós éramos turistas e tínhamos acabado de comprar o bilhete, ela não nos multou, só explicou que precisávamos carimbar o bilhete antes de subir no trem. Além disso, ela escreveu no nosso bilhete o horário, dia e estação de partida. Já lemos um relato de uma pessoa que não tinha dado tempo de carimbar o ticket, por isso a pessoa tinha escrito as informações que citei acima à caneta, quando o fiscal foi conferir, ele aceitou o escrito à caneta.
  • Veneza (Venezia Santa Lucia) – Viena (Wien Hauptbahnhof) – essa passagem foi comprada no site da operadora de trens da Áustria, a ÖBB. Ela também era vendida no site da ItaliaRail, mas nós preferimos comprar no outro porque não precisaríamos ir no escritório da Trenitalia da estação para checagem de passaporte. As passagens começam a ser vendidas com 90 dias de antecedência.
  • Viena (VIE) – Paris Charles de Gaulle (CDG) – nós pegamos pelos pontos da Smiles, mas, devido a greve de pilotos da Air France, nosso voo foi cancelado. Nós fomos reembolsados.
  •  Viena (Wien Westbahnhof) – Munique (Munich Hauptbahnhof) – a passagem foi comprada no dia da viagem na estação, com apenas algumas horas de antecedência. Nós pegamos o trem direto da Railjet, e este trem oferecia internet de graça (a melhor parte rsrs).
  • Munique (Munich Hauptbahnhof) – Paris Nord – nós compramos a passagem no dia da viagem e imprimimos no hotel antes de irmos para a estação. O bilhete foi comprado no site da operadora de trens da Alemanha, Deutsche Bahn. Essa rota foi cancelada a partir de dezembro/2014. Atualmente a opção de ir de Viena a Paris é pegando o trem noturno de Viena a Zurique, para então pegar um trem de Zurique Paris. Geralmente você consegue comprar seus tickets com 92 dias de antecedência.
  • Paris Nord – Bruxelas (Bruxelles Midi/Brussels Zud) e Bruxelas (Bruxelles Midi/Brussels Zud) – Amsterdam Centraal – esta passagem foi comprada pelo site da Thalys, empresa de trens de alta velocidade entre Paris, Bruxelas, Amsterdam e Colônia. Há outras opções de trens, mas não é direto. Normalmente, os tickets começam a ser vendidos com 92 dias de antecedência.
  • Amsterdam Schipol (AMS) – Londres Heathrow (LHR) – este trecho também foi comprado usando os pontos da Smiles. Nós emitimos a passagem em maio, para a viagem em outubro.
  • Londres Paddington – Bath Spa – nós compramos a passagem pelo site The Train Line, que vende bilhetes de trem dentro do Reino Unido. É cobrada uma taxa de £ 1,00 para cartão de débito e £ 3,50 para cartões de crédito. Você também pode comprar pelo site do operador da sua rota, evitando assim, pagar esta taxa. É importante ressaltar que normalmente você precisa imprimir seus tickets na estação nas máquinas de auto-atendimento, por isso lembre de chegar com antecedência na estação porque nos horários de pico as filas podem ser grandes. Além disso, para imprimir seu ticket você precisa do número da sua reserva e inserir o cartão que você fez o pagamento (não será cobrada nenhuma taxa). Se você esquecer ou não estiver com o cartão, vá aos guichês onde as passagens são vendidas  e explique para o atendente. Ao fornecer o código da sua reserva, ele conseguirá imprimir seus tickets. Já aconteceu com a gente e o atendente foi bem simpático. Geralmente as tarifas com desconto aparecem com um pouco menos de 90 dias para a data da sua viagem.
  • Bath Bus Station – Londres Heathrow  – os tickets foram comprados no site da empresa de ônibus que faz esta rota, a National Express. O sistema de preços também é igual ao de avião e quanto antes comprar a passagem melhor.
Hotéis
  • Madrid SmartRentals Fuencarral (Calle Santa Barbara, 1, 28004 Madri, Espanha) – nós ficamos no apartamento para seis pessoas, com dois quartos e banheiros. Nós adoramos a localização do hotel e o atendimento. Alguns dias antes da reserva eles mandam um e-mail pedindo para confirmar o dia e o horário de chegada, certifiquem-se de responder aquele e-mail, para que quando chegarem alguém já esteja lá para te entregar as chaves.
  • Apartments BarcelonaGo (Ausias Marc, 136, 08013 Barcelona, Espanha) – este também era um apartamento para seis pessoas. A localização foi ok (10min de caminhada da Sagrada Família). A única coisa que não gostamos foi o elevador do prédio que era bem pequeno (cabia uma pessoa e uma mala no máximo), então para subir e descer as malas demoramos um pouco. Das outras vezes utilizamos a escada, porque o apartamento era no quarto andar. Os apartamentos são gerenciados por um hotel que é bem próximo do local, então você precisa ir lá para fazer o check-in.
  • Hotel Il Papavero (Via Castelfidardo 50, 00185 Roma, Itália) – nós ficamos em um quarto quádruplo. Por ser um hotel 1 estrela, nos surpreendeu positivamente. A internet era ok e o quarto era bem limpo. O único ponto negativo é que o hotel não fica numa área só, e nosso quarto ficou por uma outra entrada. A área do hotel pareceu meio perigosa por ser bem no centro e bem próxima da estação Termini, não aconselho para pessoas viajando sozinhas, mas pra grupos achamos o hotel com um custo x benefício muito bom.
  • Hotel Delle Nazioni (Via Luigi Alamanni 15, 50123 Florença, Itália) – ficamos em dois quartos duplos e adoramos o hotel, tanto a localização (bem próximo da estação Santa Maria Novella) quanto o atendimento e a limpeza.
  • Albergo Marin (Santa Croce, 670/b, Ramo delle Chioverete, 30135 Veneza, Itália) – nós nos hospedamos no apartamento de 2 quartos amplo para 4 adultos. O apartamento fica em outra localização, você precisa ir no hotel com o passaporte de todos para tirarem xerox e pegar as chaves. Como nós chegamos de noite, pagamos uma taxa de € 20,00 para uma pessoa nos acompanhar até o apartamento.
  • Pension Neuer Markt (Seilergasse 9, 1010 Viena, Áustria) – o hotel é super bem localizado a apenas algumas quadras da Catedral de Santo Estevão, bem no centro de Viena. Nós ficamos em um quarto quádruplo. No hotel também há opções de quartos com banheiros compartilhados com preços melhores.
  • Citadines La Défense Paris (8 Boulevard De Neuilly, La Défense 1, 92400 Courbevoie, França) – nós ficamos neste apart-hotel em um apartamento para 4 pessoas, tinha uma cama de casal e um sofá-cama. Nós gostamos muito, a estação de metrô fica bem perto e com a  Linha 1 (que passa na estação Esplanade de La Defénse) você consegue ir para o centro de Paris. A região de La Defénse é de negócios, por isso tem bastante prédios.
  • Hotel Euro Capitals Brussel (Avenue Fonsny 9, 1060 Bruxelas, Bélgica) – nós nos hospedamos em dois quartos duplos e o hotel fica bem próximo da estação Bruxelles Midi/Brussels Zud (é a mesma estação com o nome escrito nas duas línguas oficiais da Bélgica, francês e flamingo). Gostamos do hotel.
  • Multatuli Hotel (Prins Hendrikkade 12, 1012 TL Amsterdã, Holanda) – nós ficamos em um quarto quádruplo. Adoramos o hotel, ele fica em frente a estação Amsterdam Centraal.
  • Tune Paddington (41 Praed Street, Londres, Reino Unido) – nós nos hospedamos em dois quartos duplos. O hotel é muito bom, com elevador e próximo da estação de metrô Paddington.
  • Premier Inn Bath City Centre (James Street West, Bath, BA1 2BX, Reino Unido) – nós ficamos em dois quartos duplos. Nós amamos o hotel e o escolhemos por causa da localização.

Posts Relacionados

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *